segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Marketing Esportivo protegendo uma Marca


Li um texto no Blog do Juca muito interessante. Ele trata do "antídoto" à fama de BAMBIS por parte dos tricolores sãopaulinos. Quando bem usado, o marketing pode até ressuscitar marcas aparentemente mortas, gravemente feridas por boatos ou comentários dos críticos e adversários:

Já que ninguém fala, direi eu. Está na hora de nós, são-paulinos de fina estirpe, tricolores de quatro costados, assumirmo-nos: somos bambis, sim senhor! Por que não? Depois de muito ruminar o assunto, agora, pondo em perspectiva, creio que o Vampeta prestou um grande serviço quando nos colocou o apelido.

Funciona assim: chamo alguém de bambi querendo associá-lo à homossexualidade, de forma a diminuí-lo ou desvalorizá-lo, como se isso diminuísse ou desvalorizasse quem quer que seja. E nós, tricolores, temos nos sentido ofendidos, sem lembrarmo-nos de que a ofensa só acontece quando o ofendido se dá por ofendido.

Pleno 2008, quase 2009, século 21! Se futebol é coisa de macho, amigo, é também de mulheres e homossexuais, e de qualquer outra classificação em que se encaixe quem ama esse esporte. Tricolores hetero e homossexuais, são-paulinos civilizados, hexacampeões que querem ver cada vez mais distantes a barbárie e a selvageria que assolam este mundão de meu Deus, vamos assumir em coro: somos bambis, sim, senhor! Somos bambis!

Vamos fazer como fez no passado o Palmeiras, que adotou o porco, e hoje faz lindas festas no chiqueiro. Ou o Flamengo, que assumiu o urubu, e atualmente tem torcida organizada que leva seu nome. Sugiro à torcida que teça uma enorme bandeira com um bambi muito másculo sentado à mesa, devorando os restos de um porco e de um gavião!

Que ela invente cânticos divertidos sobre isso.

Proponho à diretoria que encampe essa idéia, e siga indicando que somos um time moderno, um espaço para o qual convirjam pessoas de toda sorte, independentemente de suas preferências sexuais. Vai fazer um bem danado para a imagem e para os cofres do clube. Inclusão é palavra que deve nos orgulhar, não nos envergonhar. A Terra será um planeta muito mais habitável à medida que aprendamos a soletrar a palavra igualdade.

Nós, tricolores, devemos dar o exemplo. Que ele seja dotado de bom-humor. Em coro, nos estádios país afora, ou onde quer que estejamos, gritaremos: bambis, bambis sim senhor.

7 Sofredores comentaram:

charles disse...

Bambi é o caralh..... um dia pego de pau o Vampeta...

Marketeiro disse...

Relaxa, Charles. O lance é vestir a carapuça e continuar ganhando títulos.

Sou Avaí disse...

Olá EX-SOFREDORES AVAIANOS
Estou escrevendo para agradecer a todos blogueiros azurras, pois hoje alcancei a incrível marca de 30.000 acessos.
Comecei os primeiros posts graças ao incentivo do inesquecível Tullo e jamais pensei que fosse continuar tanto tempo.
E vocês também são responsáveis pelo sucesso deste hobby que hoje já se tornou uma "tarefa", uma boa "cachaça".
Obrigado a todos pelos comentários e continuem também com seus blogs que já fazem parte de minha leitura diária.

SAUDAÇÕES AVAIANAS
Valdez
Blog Sou Avaí

Alexandre disse...

"Em coro, nos estádios país afora, ou onde quer que estejamos, gritaremos: bambis, bambis sim senhor."

AIEHUAHEUH, tá de sacanagem né ?

serieAleao disse...

Um time que já tem gay no nome não precisa de mais nada.

Da-lhe fiGAYra

Marketeiro disse...

Valdez, ficamos felizes por esta sua marca expressiva. Continue mandando ver no SOU AVAÍ. Pau no quengo dos estreitenses!!!!!!!!

SEU CUNHA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Por favor, vamos tentar manter a ordem nos comentários, não queremos ser obrigados a deletar os comentários ofensivos ou maldosos.

(*) COMENTARIOS OFENSIVOS OU MALDOSOS SERAM DELETADOS QUANDO VISTO.

Obrigado.

 
Blog Dedicado ao Humor e Ficção - Cada Blogueiro é Responsavel pelo seu Artigo aqui Publicado

Blog hospedado no Blogger - Tema desenvolvido por Templates Novo Blogger - Modificado por Sofredores.com